Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

eatbioandbike

eatbioandbike

O meu Início

Começar um blog sem ter a mínima noção se isto vai dar alguma coisa interessante (há tantos blogs espectaculares!!) e sem saber muito bem por onde começar, não é fácil! Mas, rendi-me! Rendi-me ao mundo dos blogs! E prometo, desde já, deixar aqui um pedacinho de mim!

 

Ainda tenho 22 anos mas, a paixão pela cozinha já apareceu há alguns anos. Por um Natal recebi um livro de cozinha e à cautela, sempre meia desconfiada, lá fui experimentando fazer umas receitas. Saiu bem, saiu mal. Olhava mais para as vezes que saía bem e animava-me.

No entanto, se em tempos de escola não havia tempo, em tempos de férias não havia paciência e o bichinho da cozinha andava meio adormecido.

 

Todavia, há uns anos para cá fui-me apercebendo que cozinhar para mim é dar um pouco de nós aos outros. Fazê-los felizes. Aquele momento sozinha na cozinha a preparar um prato (por muito banal e simples que seja), a experimentar sabores e a colocar ingrediente a ingrediente na travessa para levar à mesa, é maravilhoso. Às vezes sinto que sou uma personagem de um filme de Walt Disney, em que tudo à minha volta me parece harmonioso.

 

Como, nos dias de hoje esta paixão está mais do que desenvolvida dentro de mim, escolhi a palavra EAT para o início do nome do meu primeiro Blog. É o prazer de ver os outros a comer todas as coisinhas que preparo que me faz pegar nos tachos e colocá-los ao lume. Todas as vezes. Uma de cada vez. E de cada vez que sentir este prazer, postarei aqui a minha iguaria.

 

Porque não tem apenas EAT mas também BIO, passo a explicar. Há pouco menos de 1 mês surgiu em mim a vontade de criar uma horta biológica na minha varanda do meu quarto. Desde sempre que contacto com a Natureza de uma forma privilegiada. Passo férias desde pequena na quinta dos meus Avós maternos em Barcelos e lá vi nascer e crescer diversos legumes, árvores de fruto, muitas flores que recheiam a paisagem de cor e muitas galinhas e galos que dão os ovos mais amarelinhos do mundo (na minha não modesta opinião!). Aqueles Sábados em que se traz para casa um conjunto de legumes fresquinhos e tão saborosos é uma alegria! E quando se traz caixotes de fruta? Rapidamente começo a descobrir mil e uma maneiras de a aproveitar, seja em bolos, em tartes, em compotas, etc! Ora toda esta alegria de ver nascer pequenino e depois dar fruto ou legume, vou querer poder ter mesmo ao meu pé. Aquele sabor, aquela textura, aquele cheirinho a tomate, a vagem, a rúcula, a espinafre... Hum... parece que já cheira!

 

Bem sabendo que as coisas que se compram nos grandes supermercados não são assim tão naturais como se gostaria, vou aventurar-me e tentar colher dia-a-dia um pouco da minha horta de varanda, sem pesticidas, sem produtos. BIO! Vou mostar aqui como vou fazer, como vai evoluindo e ajudar os aventureiros a tornar as suas varandas em autênticas hortas. Estar em contacto com a Natureza é absolutamente encantador! É tudo o que nos rodeia, todas as paisagens lindas naturais! O Homem é apenas uma parte deste mundo maravilhoso de plantas, bichinhos, de mar e de peixinhos que fazem a sua vida, um a um, minuto a minuto, ou lá como eles contam o tempo!

 

Por último, e porque já ninguém vai ter paciência para ler este post: BIKE! Se me permitissem (ruas preparadas, estacionamento próprio e se não houvessem assaltos) eu não tinha outro meio de transporte. Faz-se exercício, não se polui, não se gasta um tostão. Mais vantagens? Não há trânsito. UAU!

Quando pego na minha bicicleta (tenho uma normal e outra eléctrica que, nas ruas para cima e para baixo da minha querida cidade do Porto, é maravilhosa!) sinto-me parte do Ambiente que me rodeia. Sinto que não o estou a ferir, bem pelo contrário, que o abraço aconchegadamente. Vou aqui contar cada passeio que me tocará o coração.

 

Bem, chega de promessas e de parlapiê que já ninguém me atura!

 

Instagram
mytaste.pt

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D